ATENÇÃO

AO CLICAR EM DOWNLOAD, PODE ACONTECER DE ABRIR UMA PÁGINA PEDINDO PARA CADASTRAR SEU CELULAR PARA LIBERAR O DOWNLOAD.

CASO ACONTEÇA, RECARREGUE A PÁGINA E CLIQUE EM "DOWNLOAD" NOVAMENTE.

NA NOVA PÁGINA QUE ABRIR É SÓ ESPERAR 5 SEGUNDOS.

Veja outros presentes disponíveis na Zazzle.

Download - Show - Mallu Magalhaes + Banda Ouro Negro - Rock In Rio (2013)

Aos 21 anos, a caçula do Rock in Rio, Mallu Magalhães, fez um show que ainda demonstra a pouca idade, com alguma natural insegurança no início, mas com leveza sedutora no fim. Mais que suficiente para não decepcionar os jovens e empolgados fãs que foram ao Palco Sunset na sexta-feira, dia 20 de setembro, para ver e ouvir o dueto da cantora com a Banda Ouro Negro. Comandada pelo maestro Mário Adnet e pelo saxofonista Zé Nogueira, a ótima orquestra compôs com a doçura de Mallu um show agradável, de repertório que misturou canções de Moacir Santos, em inglês, com as da própria cantora, além de uma versão para “I don’t mean a thing”, de Duke Ellington, já cantada por Nina Simone.

Toda de branco, a namorada de Marcelo Camelo começou a apresentação de uma hora pouco depois das 16h, com sua própria banda no palco, ela na guitarra, na canção "Cena". Com o violão, seguiu em "Ô Ana" e, no teclado, e emendou "Olha só moreno" e "In the morning", a primeira em inglês.

"Muito obrigado por estarem aqui. Um prazer imenso, né?"

disse, ainda tímida, a musa teen, antes de chamar a orquestra.

"Queria agradecer também à toda a Ouro Negro, que fez tudo isso possível e foram tão solícitos e generosos comigo. É com muito orgulho que a gente apresenta o repertório lindo do Moacir Santos, o nosso maestro que fez esses presentes pra a gente."

Na primeira do dueto, "Lost apetite", apesar do mês de ensaios, Mallu, talvez driblada pelo nervosismo, se perdeu na hora de entrar na música.

" errando, Mário? Maestro é novidade pra mim"

brincou. Nada grave e, na segunda tentativa, a canção fluiu, iniciada em inglês e finalizada em português. "What's my name?", "Tim dom dom" e "Make mine blue" deram sequência ao show, antes de a cantora deixar o palco e abrir espaço para três instrumentais da Ouro Negro: "Coisa #6", "Amphibious" e "Coisa #4", muito aplaudidas pelo público. Após a falha do microfone em duas tentativas de falar, Adnet finalmente conseguiu se comunicar com o público e anunciou a volta de Mallu.

Ainda em inglês, ela cantou "Nanã", "April child" e "I don't mean a thing", de Duke Elington, anunciada por Adnet e aprovada pela jovem:

"Um swing. E vai ser bom"

prometeu.

De volta ao português, em "Sambinha bom", pediu para aumentar o violão, e recomeçou, para delírio dos fãs, que também vibraram com a saideira, "Velha louca", já da sua nova fase. Após chorar no palco no Festival Planeta Terra em 2002, os poucos problemas e a tranquilidade para lidar com eles no Rock in Rio mostram que a paulista já está quase pronta para grandes públicos.

 

Tamanho: 529 MB

Formato: RAR / AVI

Duração: 1h 5mn

Taxa de Bits: 1163 Kbps

Resolução: 640x352 (16:9)

Hospedagem: Uploaded

 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...